Senadora Mailza diz que parceria entre Acre e China é a grande saída econômica: “Ampliar cooperação e atrair investimentos”

Nenhum comentário

Mailza levou projeto de investidores chineses ao Palácio do Planalto e destacou que o Acre abre-se cada vez mais para o mundo e o governador tem razões de sobra para atrair o capital chinês para grandes investimentos no Estado

A senadora Mailza Gomes (Progressistas-AC), disse na manhã desta sexta-feira (18) que está bastante feliz com a participação do Governador Gladson Cameli na comitiva presidencial que irá à China na próxima semana. Mailza Gomes trabalhou durante essa semana para que o palácio tomasse conhecimento do projeto que será uma espécie de redenção econômica para o Estado do Acre. 
Jair Bolsonaro sempre tem convidado o governador para participar das agendas internacionais, e desta feita, Cameli vai aproveitar para adiantar as tratativas sobre o projeto de desenvolvimento com a parceria de investidores chineses. Mailza comemorou a missão empresarial com a participação do governador para atrair a participação de empresários chineses no Acre em grandes investimentos que ultrapassam 1 bilhão.
Aliada de primeira hora do projeto, a senadora Mailza Gomes se colocou à disposição do Palácio do Planalto para apresentar o projeto da ZPE – Zona de Processamento e Exportação em Senador Guiomard. “Esse é um projeto de altíssimo interesse para o Estado do Acre e para toda a Região Norte.
A China é a segunda maior economia do mundo. Como já foi dito, o Acre terá um desenvolvimento nunca visto, pois se tornará um centro de exposição e distribuição de produtos de alta qualidade que serão, a partir do Acre, exportados para os países do Mercosul e do Caribe. A partir da abertura do corredor Acre/Peru, por onde virão os produtos chineses, a produção acreana também será exportada para a China e demais países asiáticos” comemorou Mailza Gomes.
O projeto prevê que a administração da ZPE de Senador Guiomard seja administrada, sem qualquer ônus para o Estado, por um grupo de 40 empresas chinesas, que receberão, em contrapartida, incentivos fiscais. A senadora também frisou que com a criação desse centro, 20 mil empregos deverão ser criados, o que significa muito para milhares de famílias acreanas.

Nenhum comentário

Postar um comentário