Governo errou cálculo do fundo eleitoral em R$ 671 milhões

Nenhum comentário

Um erro de cálculo do governo na elaboração do Orçamento de 2020 aumentou o fundo eleitoral no ano que vem em R$ 671 milhões. O valor divulgado ontem era de R$ 2,5 bilhões, mas foi corrigido nesta terça-feira. O correto é R$ 1,87 bilhão. Líderes partidários tentam agora acionar um plano B para inserir um aumento em uma reforma partidária analisada pela Câmara.
O fundo eleitoral será utilizado para financiamento das eleições municipais. O erro foi apontado pelo líder do Novo na Câmara dos Deputados, Marcel Van Hattem (RS). O governo já reconheceu o erro e irá enviar uma retificação ao Congresso, segundo Van Hattem.
No Congresso, o erro foi visto por parlamentares ligados ao governo como uma "confusão", que estaria irritando o articulador político do Palácio do Planalto, o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

Nenhum comentário

Postar um comentário