Em carta, Lula diz que não troca dignidade por liberdade

Nenhum comentário

Em carta entregue a seus advogados nesta segunda-feira (30), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que não troca sua dignidade pela liberdade. O texto é uma resposta ao pedido dos procuradores da Lava Jato, que na semana passada sugeriram a progressão da pena do petista para o regime semiaberto.
A carta foi lida pelo advogado do petista, Cristiano Zanin Martins. na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o ex-presidente está preso.
Em um trecho da carta, Lula diz que "tudo o que os procuradores da Lava Jato deveriam fazer era pedir desculpas ao povo brasileiro, aos milhões de desempregados e à minha família, pelo mal que fizeram à democracia, à Justiça e ao país".
Lula tem dito que só sai da cadeia para ser declarado inocente, e não aceita o semiaberto, regime no qual o preso dorme na cadeia e passa o restante do dia fora. Por R 7


Nenhum comentário

Postar um comentário