Alunos do Ifac recolhem 170 kg de lixo no Igarapé Preto

Nenhum comentário

Ação ocorreu no sábado, 21, data em que é celebrado o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias


Alunos e servidores do Instituto Federal do Acre (Ifac) campus Cruzeiro do Sul realizaram uma ação de limpeza do Balneário do Igarapé Preto, no último sábado (21.09). A iniciativa foi do Curso Técnico Subsequente em Recursos Pesqueiros em decorrência do Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, com apoio do Grupo de Pesquisa e Extensão em Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável (GPEEADS) e da Secretaria de Meio Ambiente de Cruzeiro do Sul, representada pela secretária Suzana Farias e pela gerente de Educação Ambiental Damiana Maciel. Ao todo, vinte e sete pessoas, entre alunos, servidores e voluntários externos à Instituição participaram da ação realizando, também, a seleção e pesagem do material coletado.
Segundo os registros dos professores Cassio Noronha e Paulo Moura foram recolhidos no total 170 kg de resíduos sólidos, sendo 91 kg de vidros, 50 kg de plásticos, 6,5 kg de papéis, 3,5 kg de metais, 2 kg de madeiras, 1 kg de borracha e 16 kg de resíduos diversos como fraldas, filtros de cigarro, absorventes, têxteis e petrechos de pesca.
De acordo com o docente Carlos Henrique Marques, a partir da identificação do lixo coletado no balneário que é um dos locais mais frequentados pela população, pode-se constatar que a grande maioria se tratava de garrafas de bebidas, descartadas de forma inadequada. “Verificamos que, no local, existem mais de 15 lixeiras, porém os usuários ainda não foram conscientizados e continuam descartando o lixo em locais inadequados. Isso traz riscos a toda a população que utiliza o Igarapé Preto, pois foram encontrados diversos cacos de vidro e pedaços de metal enferrujado”, alertou. O professor explicou, ainda, que a maioria do lixo que chega aos oceanos vem dos continentes, carregados pelos rios e igarapés até o mar.
Além dos riscos aos banhistas, segundo o técnico de Laboratório Wesley Souza, os Igarapés exercem também uma importante função na manutenção e conservação da biodiversidade dos peixes, e os problemas causados pelos plásticos e microplásticos para meio ambiente aquático podem ser prejudiciais para toda a fauna aquática.
Após a ação no igarapé, as professoras Raphaela Bomfim, coordenadora do GPEEADS e Marluce Oliveira, coordenadora do projeto “Com Ciência Ecológica: A Educação Ambiental na Amazônia”, realizaram atividades (brincadeiras) e dinâmicas relacionadas ao meio ambiente e à preservação ambiental. O objetivo foi promover uma interação entre os alunos e ao mesmo tempo provocar a reflexão sobre a importância da preservação dos nossos recursos naturais.

A limpeza do Igarapé Preto foi cadastrada no site da ONU Meio Ambiente, organização que registra ações de grupos de voluntários que atuam no dia da limpeza em todo o país, na Semana Mares Limpos.
Este é o segundo ano que o Ifac participa do Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias. Em 2017, os alunos do Curso de Recursos Pesqueiros retiraram 83 kg de lixo da Praia do Rio Moa, em Cruzeiro do Sul.

Sobre a data

O Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias reúne milhões de pessoas ao redor do mundo. A data é conhecida internacionalmente como World Cleanup Day (Dia Mundial da Limpeza), e tem o objetivo de promover a educação ambiental e mudanças de hábito quanto ao descarte de resíduos, além da valorização dos rios, oceanos e a integração entre as pessoas em torno de um bem comum: o Planeta Terra. A ideia é que voluntários promovam ações de limpeza de praias, rios, córregos e parques. As informações sobre o lixo coletado são divulgadas, posteriormente, com o objetivo de sensibilizar governos e sociedade civil sobre o problema da poluição plástica.

Com informações do campus Cruzeiro do Sul


Nenhum comentário

Postar um comentário