65ª fase da Lava Jato mira o ex-ministro Edison Lobão e seu filho

Nenhum comentário

Investigações apuram uso de obras de arte para lavagem de dinheiro em fraudes na Transpetro e em Belo Monte; Márcio Lobão teve a prisão decretada
(Edilson Rodrigues/Agência Senado)

A força-tarefa da operação Lava Jato deflagrou na manhã desta terça-feira 10 sua 65ª fase, denominada Galeria, para investigar corrupção e de lavagem de dinheiro relacionados à Transpetro, subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. O filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão, Márcio Lobão, teve a prisão preventiva decretada.

De acordo com o Ministério Público Federal, pelo menos entre 2008 e 2014, Lobão e seu filho solicitaram e receberam cerca de 50 milhões de reais em propinas dos grupos Estre e Odebrecht. As investigações apontam que os atos de lavagem se estendem até 2019. O MPF afirma ter identificado um aumento de mais de 30 milhões de reais no patrimônio de Márcio.

Fonte: Veja

Nenhum comentário

Postar um comentário