Equipe do MEC quer conhecer alternativa de transporte escolar fluvial no Juruá

Nenhum comentário


Em breve, representantes do Ministério da Educação devem visitar os municípios do Juruá para conhecer o modelo de transporte escolar fluvial desenvolvido pelas prefeituras da região, uma vez que os fornecidos pelo governo federal não se adaptam as particularidades dos rios e igarapés da região. 
A equipe também deve elaborar um censo escolar da população ribeirinha com o intuito de aumentar o repasse dos recursos do Fundo e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar.
A visita da equipe do MEC se deve às reclamações dos parlamentares e prefeitos do Juruá durante audiência pública nesta terça-feira na Comissão da Amazônia que debateu alimentação e transporte escolar em comunidades ribeirinhas com a participação de um representante do Ministério da Educação
Para se ter uma ideia, Cruzeiro do Sul recebe apenas R$ 29 mil para custear o transporte escolar, valor é insuficiente para bancar toda a logística de transporte desde funcionários até o combustível. Só de combustível para o transporte de alunos, as prefeituras do Juruá gastam um valor altíssimo, cujo repasse de recursos federais não é suficiente para atender a demanda.


Nenhum comentário

Postar um comentário