Derrota em prévia complica reeleição de Macri

Nenhum comentário
Foto: Augustin Marcarian/Reuters

BUENOS AIRES - O candidato kirchnerista à presidência da Argentina, Alberto Fernández, obteve neste domingo,11,  47% dos votos nas primárias para a eleição de outubro, com uma vantagem de 15 pontos para o presidente Mauricio Macri. Com as candidaturas definidas por consenso, as prévias no país tornaram-se um termômetro da disputa presidencial. Assim, o prognóstico para a reeleição de Macri é sombrio. 
Caso confirmada a tendência de ontem em outubro, Fernández seria eleito em primeiro turno, já que na Argentina bastam mais que 45% dos votos para evitar o segundo turno. A participação foi de 75% dos eleitores, a mesma das eleições de 2015, vencidas por Macri. 
“Tivemos um resultado ruim e isso nos obriga a partir de amanhã a redobrar nossos esforços”, disse Macri após receber os resultados, que, com 80% das urnas apuradas, davam-lhe 32% dos votos contra 47% de Fernández. “Dói não ter obtido todo o apoio que esperávamos.”

Nenhum comentário

Postar um comentário