πŒπ€π‘π€ π‘πŽπ‚π‡π€ 𝐀𝐏𝐑𝐄𝐒𝐄𝐍𝐓𝐀 πƒπ„π‚π‹π€π‘π€Γ‡ΓƒπŽ 𝐃𝐄 π•πŽπ“πŽ π’πŽππ‘π„ π‹π„πˆ 𝐃𝐄 π€ππ”π’πŽ 𝐃𝐄 π€π”π“πŽπ‘πˆπƒπ€πƒπ„

Nenhum comentΓ‘rio


Inconformada com a forma como foi conduzida a reuniΓ£o do ΓΊltimo dia 14 de agosto, que aprovou o Projeto de Lei nΒΊ 7.596/2017, que trata sobre abuso de autoridade, a Deputada Federal Mara Rocha (PSDB/AC) apresentou Declaração Escrita de Voto, para oficializar sua posição contrΓ‘ria Γ  matΓ©ria. 

“Esperei os desdobramentos daquela sessΓ£o, acreditando que conseguirΓ­amos reverter o resultado da votação, como isso nΓ£o ocorreu, resolvi apresentar minha declaração de voto, de forma a deixar registrado o meu posicionamento contrΓ‘rio Γ quele Projeto, nΓ£o sΓ³ pelo texto, que poderia ser modificado e melhorado, mas, principalmente, pela forma autoritΓ‘ria como a aprovação ocorreu”, afirmou Mara Rocha.

No documento apresentado, a parlamentar tucana elenca os motivos para se posicionar de forma contrΓ‘ria ao Projeto de Lei: “Friso a importΓ’ncia de tratarmos do tema na CΓ’mara dos Deputados, punindo condutas que extrapolem os limites Γ©ticos, morais e legais, mas nΓ£o posso aceitar que usem esses argumentos para gerar inseguranΓ§a entre policiais, procuradores e magistrados, servidores que trabalham no combate ao crime e Γ  corrupção”.

“Espero que o Presidente Jair Bolsonaro vete o texto, e trabalharei, no Congresso Nacional para que o veto seja mantido”, finalizou a parlamentar.

 


Nenhum comentΓ‘rio

Postar um comentΓ‘rio