Maia diz que reforma da Previdência será concluída nesta sexta-feira

Nenhum comentário


A Câmara dos Deputados começou a analise de destaques da reforma da Previdência, apresentados pelos partidos para alterar pontos específicos. Essa fase é necessária para concluir o primeiro turno de votação, antes de ser feita uma segunda análise do texto no plenário. Só após o segundo turno a matéria pode ser encaminhada para análise do Senado.

Um destaque chegou a ser rejeitado após a votação do texto principal na quarta-feira e outros 19 ficaram pendentes de análise. Os destaques são o instrumento que os deputados têm para alterar o texto do relator, quando não concordam com a forma como ele tratou determinado ponto da proposta ou quando desejam discutir mais um ponto divergente.

A lista de destaques ainda pode sofrer alterações, já que eles podem ser retirados a qualquer momento ou sequer serem votados se propostas similares tiverem sido analisadas antes. Como se trata de PEC, para que um destaque consiga alterar o texto do relator, é preciso que obtenha, no mínimo, 308 votos.
O texto-base foi aprovado na noite de quarta por 379 votos a favor, 71 a mais do que o mínimo necessário (308). Os contrários somaram 131, enquanto houve três abstenções. Dos oito deputados do Acre, sete votaram pela aprovação da reforma. Um deles, foi o deputado Jesus Sérgio que contrariou a orientação do seu partido, o PDT.


Nenhum comentário

Postar um comentário