COBRAR PIZZA MEIO A MEIO, PELO PREÇO DA MAIOR É PRÁTICA ABUSIVA!!!



Final, de semana chega, aquela DELICIOSA PIZZA no fim da noite com a família, é bom demais, não é?
Sempre paira no ar, aquela dúvida de “qual sabor de pizza vai se escolher”.

Pedrinho, gosta de MUÇARELA; seu Pai, de FRANGO com CATUPIRY e a sua Mãe, não abre mão da pizza de BRÓCOLIS, porque não quer engordar.  

Por isso, existem estabelecimentos, que permitem a divisão de uma pizza em dois, três e até quatro sabores, mas será que as pizzarias estão cobrando, corretamente por isso?
Pois bem, "o valor da pizza deve ser proporcional ao tipo do sabor”, pois cobrar pelo sabor da mais cara, é considerado (prática ilegal), prevista no CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR, em seu artigo 39, inciso V.

Sendo ainda que tal prática, pode ser considerada CRIME CONTRA O CONSUMIDOR, artigo 5º, inciso III,  da lei  Nº 8.137/90, com pena de, DETENÇÃO DE DOIS A CINCO ANOS, OU MULTA.

Desta maneira, o valor da pizza, deverá ser sempre proporcional, aos sabores escolhidos, ou seja, uma PIZZA DE MUSSARELA, no valor de R$12,00 e uma PIZZA DE CALABREZA, no valor de  R$20,00.

Caso, você peça meio a meio, o valor deve ser proporcional ao sabor, ou seja, R$6,00 "referente à metade de MUSSARELA" + R$10,00 "referente à metade da CALABREZA", totalizando R$16,00.
A, maioria dos estabelecimentos, cobram o valor da mais cara, portanto fique ligado, DENUNCIE, exija seus direitos, seja um CONSUMIDOR CONSCIENTE e nunca se esqueça que: CONSUMIDOR INFORMADO, NÃO ACEITA SER LESADO!!!

POR, RODINEI LAFAETE



Postagem Anterior Próxima Postagem