STF decide manter Lula preso até julgamento de suspeição de Moro

Nenhum comentário


Depois de negarem um recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta terça-feira, 25, os ministros da Segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negaram um pedido de liminar dos defensores do petista para que ele fosse solto até o julgamento do habeas corpus que pede a suspeição do ex-juiz federal Sergio Moro. A análise do mérito da ação ficou para agosto, porque o ministro Gilmar Mendes manteve seu pedido de vista nesta terça. Esta é a última sessão do colegiado antes do recesso do Judiciário.

A análise deste processo recomeçou com o voto de Gilmar Mendes, já em dois a zero contra o recurso (votos de Edson Fachin e Cármen Lúcia no ano passado, quando o julgamento foi interrompido por pedido de vista).

Nenhum comentário

Postar um comentário