Conselheiros tutelares e investigadores ouvem menina sobre morte de Rhuan

Nenhum comentário

(foto: Walder Galvao/CB/D.A Press)

A criança chegou à 26ª Delegacia de Polícia de Samambaia (DF) acompanhada do pai, o agente penitenciário de Rio Branco (AC) Rodrigo Oliveira. Ele desembarcou neste domingo 2, em Brasília, afim de encontrar a garota sequestrada pela mãe, Pryscila Santiago Damasceno, 28. A mulher confessou ter auxiliado a companheira Rosana Auri da Silva Cândido, 27, a tirar a vida de Rhuan. 

O crime bárbaro ocorreu na última sexta-feira, em Samambaia Norte.

A conselheira Cláudia Regina Carvalho conta que a menina está fisicamente bem. De acordo com o relato da criança ao Conselho Tutelar, ela viu o cadáver já dentro da mochila e, depois, Kacyla e Rosana sendo detidas por policiais

Ainda de acordo com a conselheira, em função do processo de alienação parental, a menina desenvolveu aversão ao pai e se recusa, neste momento, a morar com ele. “Será feito um trabalho psicológico para reconstruir o vínculo deles”, detalhou.

Ainda abalado, o agente penitenciário prefere não se pronunciar sobre o caso. Com informações do site Metrópoles.

Nenhum comentário

Postar um comentário