Advertência! Sem crédito extra, governo suspenderá benefícios neste mês

Nenhum comentário

Crédito extra
Bolsonaro foi às redes sociais neste sábado (8) fazer um apelo para que deputados e senadores aprovem nesta terça-feira 11, um crédito extra de R$ 248 bilhões, cujo projeto de Lei do Congresso Nacional deveria ter sido votado na semana passada, mas ainda nem mesmo foi aprovado na Comissão Mista de Orçamento.
* Junto com o pedido veio a advertência: “Sem aprovação do PLN4 pelo Congresso teremos que suspender o pagamento de benefícios a idosos e pessoas com deficiência já no próximo dia 25. Nos meses seguintes faltarão recursos para aposentadoria, Bolsa Família, PRONAF, Plano Safra...
Novo procurador (a)
Dez procuradores concorrem ao cargo de procurador-geral da República, em votação no MPF para lista de três nomes. Para o procurador Deltan Dellagnol, coordenador da Operação Lava-Jato em Curitiba e que está no páreo pelo comando do MPF, escolher o novo procurador a partir dessa lista tende a fortalecer a isenção no cargo.
Fora da lista   

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse que está á disposição, tanto da instituição quando do país, para uma eventual recondução, mas admite que não sabe se isso vai acontecer.  

* Dodge, cujo mandato termina em setembro não entrou na disputa pela lista tríplice eleita pela classe.

Procura-se um partido
Sem partido há três anos e quatro meses, o senador do DF, Antônio Reguffe, está procurando uma legenda para se filiar, mas não está fácil. O problema não é a falta de ofertas e, sim, as regras impostas por Reguffe para assumir o compromisso com uma sigla.
* Ele busca um partido de centro, mas que seja democrático e não fisiológico, independente e não tenha cargos nem no governo federal nem no local. Reguffe é autor de projeto que propõe candidaturas avulsas.   
”Idoneidade moral”
Michel Temer está em baixa literalmente. Proposta que daria o título de “personalidade do DF” ao ex-presidente foi rejeitada pela Câmara Distrital.
* Justificativa: Temer não preenche os requisitos para ser agraciado pela honraria, ou seja, “idoneidade moral”.
Cedo demais  
Muita água ainda vai correr embaixo da ponte, mas já há uma torcida incentivando o senador Sérgio Petecão para concorrer ao Governo do Acre daqui a três anos e meio. Indagado pela coluna sobre essa possibilidade, Petecão disse apenas que é “muito cedo para discutir esse assunto”.
Mais suave   
 A proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo Bolsonaro ao Congresso blinda boa parte dos atuais parlamentares federais que votará as mudanças na Constituição. Entre os deputados federais que vão apreciar regras mais rígidas para  servidores públicos e trabalhadores da iniciativa privada conseguirem a aposentadoria, há uma casta de privilegiados que não será enquadrada no aumento progressivo das alíquotas de contribuição e terá uma transição mais suave que os demais servidores. 
Frase
O presidente do Senado diz: “se governo não tiver agenda, vamos fazer a nossa”. Então, comecem pelas reformas de que o Brasil necessita.

Nenhum comentário

Postar um comentário