Ordem dos Advogados reúne com diretores de presídios do Acre para relatar dificuldades dos profissionais no Sistema Prisional

Nenhum comentário


A Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Acre (OAB/AC), reuniu nesta sexta-feira, 31, com os diretores de presídios do Estado do Acre. A agenda foi proposta em reunião com a Direção do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) na semana anterior. Pela Comissão de Prerrogativas participaram os advogados Thalles Vinícius Sales, Viviane Santos, Emanuelli Marques, Claudemir Silva e Débora Pessoa. Também participaram do encontro representantes das comissões da Advocacia Criminal, Alberto Machado, e do Sistema Carcerário, Felismar Mesquita.

A reunião fez parte do segundo diálogo da OAB/AC com a entidade, no intuito de estreitar laços e levar ao conhecimento dos dirigentes de presídios as reclamações e dificuldades enfrentadas pelos profissionais da advocacia durante atuação nas unidades prisionais. Thalles Vinícius Sales, presidente da Comissão de Prerrogativas, acredita que o diálogo é o melhor caminho para solucionar os problemas.

“Essa reunião é resultado do diálogo com a Direção do Iapen. Agora nós conversamos com os responsáveis pelos presídios para alinhar a atuação dos agentes penitenciários e dos advogados e assim chegarmos a um denominador comum com relação aos problemas que vêm sendo enfrentados pela nossa classe e pelos agentes. Um dos encaminhamentos foi de reconstruir um provimento que foi assinado na outra gestão, e agora passaremos para eles fazerem os ajustes necessários e a gente formalizar”, destacou Sales.

Para o diretor do Presídio Francisco de Oliveira Conde (FOC), Fagner da Silva, o encontro foi fundamental para a busca de melhor atendimento e para os advogados compreenderem as limitações do sistema. “Fico lisonjeado de nos chamarem para conversar. É com o diálogo que resolvemos esses problemas que estão ocorrendo. Nós sofremos com falta de efetivo e eles são cientes disso, então a ideia é procurar nos ajudarmos. Que a gente possa melhorar o atendimento aos advogados de forma a não comprometer a nossa segurança”, ressaltou o diretor do FOC.

O presidente da Comissão da OAB/AC completa que “o objetivo é defender de forma inegociável as prerrogativas da advocacia” e que a Ordem compreende que o momento do Iapen é de reestruturação com a nova gestão, logo, a Comissão irá trabalhar na conscientização junto à classe.

Nenhum comentário

Postar um comentário