MARA ROCHA VISITA EMBAIXADA DA ÍNDIA EM BUSCA DE MERCADO PARA OS PRODUTOS DA FLORESTA



A deputada Mara Rocha ( PSDB-AC) foi recebida, nesta quinta-feira (30/05),  pelo Embaixador da Índa, Sr. ASHOK DAS para tratar sobre a abertura de novos mercados para os produtos da floresta amazônica. A parlamentar tucana estava acompanhada do Deputado Estadual Gonzaguinha, Primeiro-Secretário da ALEAC; do Sr. Marcos Clay, Gerente do Ambiente de Negócios do SEBRAE/AC; Jairo Negreiros, Gerente Regional do SEBRAE/AC e Lauro Santos, Diretor Técnico do SEBRAE/AC.

O encontro serviu para os representantes do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas apresentarem o potencial de negócios dos produtos da floresta amazônica, mirando o mercado da Índia.

O Embaixador Ashok Das informou à parlamentar que o maior obstáculo para a exploração dos óleos e essências produzidos no Acre é a barreira fitossanitária. Segundo ele, será necessário levantar a barreira imposta a esses produtos pelo governo brasileiro. Mara Rocha se colocou à disposição para promover as gestões necessárias para agilizar a tramitação do processo.

“A embaixada irá enviar o protocolo dos documentos apresentados e marcarei audiências nos ministérios responsáveis para tentar agilizar esse processo que interessa, de forma direta, aos acreanos. Em julho o Primeiro Ministro Indiano estará ao Brasil e, se conseguirmos avançar nesse tema, será possível organizar uma visita técnica de uma comitiva oficial ao Acre”, informou a parlamentar.

Segundo o Diretor Técnico do SEBRAE/AC, Sr. Lauro Santos, a abertura de rodada de negócios entre empresas indianas e produtores do Acre dependem, apenas, de romper essas barreiras fitossanitárias. “O SEBRAE/AC já tem o formato de modelo de negócios para a comercialização dos óleos e essências da floresta, o único entrave está na barreira fitossanitária e contamos com a Deputada Mara Rocha para nos ajudar a resolver esse impasse”.

O Deputado Gonzaguinha aproveitou a visita para discutir a possibilidade de um convênio entre a UFAC e o Governo Indiano para pesquisa sobre ervas medicinais. “Já existe convênio semelhante com Universidades em São Paulo e acredito que, se tivermos sucesso nessa aliança, isso trará grande avanço na catalogação da nossa flora, já que precisaremos fazer um levantamento das nossas espécies de madeiras, para atender ao interesse de empresas indianas que desejam comprar madeiras no nosso Estado”, afirmou o Primeiro Secretário da ALEAC.

“Estou muito satisfeita de abrir esses canais de diálogo entre governos estrangeiros e representantes do Acre. Se conseguirmos abrir nosso Estado para novos investimentos, poderemos sonhar com o desenvolvimento econômico sólido e duradouro”, finalizou Mara Rocha.


Postagem Anterior Próxima Postagem