Dupla que filmou decapitação de mulher é condenada a mais de 60 anos


Júri popular ocorreu nessa quinta-feira, 23, no Fórum Criminal, na Cidade da Justiça, e durou mais de treze horas.

O Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco condenou André de Souza Martins e Luciele Souza do Nascimento pela morte da jovem Débora Bessa. O júri popular ocorreu nessa quinta-feira, 23, no Fórum Criminal, na Cidade da Justiça, e durou mais de treze horas.
André de Souza foi condenado em 42 anos e três meses de reclusão por crime de homicídio, ocultação de cadáver, corrupção de menores e por integrar organização criminosa. Luciele Souza foi condenada em 20 anos e quatro meses de reclusão também pelos mesmos crimes, exceto corrupção de menores. O regime de cumprimento da pena será inicialmente fechado para os dois réus.
Entenda o caso
O caso ‘Débora Bessa’, como ficou conhecido o crime que chocou a sociedade acreana, ocorreu em 2018. Ela foi decapitada enquanto ainda estava viva. O crime foi filmado e as imagens vazaram em grupos de WhatsApp e acabaram viralizando.


Postagem Anterior Próxima Postagem