Presidente do TJAC recebe membros de CPI da energia elétrica

Nenhum comentário
Comissão pediu apoio do Poder Judiciário Acreano sobre as possíveis irregularidades na cobrança da conta de energia elétrica no Estado.

O presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargador Francisco Djalma, recebeu, nesta sexta-feira, 31, integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis irregularidades na cobrança da conta de energia elétrica no Estado.
A comissão procurou o Poder Judiciário Acreano para receber apoio na causa e pediu informações sobre o número de ações em desfavor da Energisa, administradora da Eletroacre.
“O Tribunal de Justiça irá aderir à luta. A medida é necessária porque sabemos o quanto a população reclama e quer providências sobre esses ajustes na tarifa de energia elétrica”, disse o desembargador-presidente.
A CPI tem a finalidade, segundo explicou o deputado Daniel Zen, que preside a comissão, de investigar suposta cobrança indevida do ICMS nas faturas de energia elétrica, além de supostos erros nas leituras dos padrões e na emissão das faturas de energia.
“Recebemos muitas reclamações sobre esse caso de energia elétrica e procuramos o TJAC para conseguirmos números sobre ações judiciais que tramitam em desfavor da Eletroacre, além de pedirmos apoio nessa luta”, comentou o deputado.
Acompanharam o presidente na reunião, o vice-presidente do TJAC, desembargador Laudivon Nogueira; corregedor-geral da Justiça, desembargador Júnior Alberto, desembargador Roberto Barros e o juiz-auxiliar da Presidência, Lois Arruda, que dialogaram com a comissão sobre a problemática, expuseram suas opiniões, agradeceram a visita dos deputados e colocaram o TJAC à disposição dos serviços da CPI em prol da comunidade.

Nenhum comentário

Postar um comentário