DEPUTADO ROBERTO DUARTE: TAMUJUNTO, MEU IRMÃO!

Nenhum comentário

* Eletroacre colaborou para melhora nas análises de risco da Energisa, diz Fitch Ratings

* Novos reajustes estão previstos para dezembro

Por Edinei Muniz

Análises recentes do risco de crédito da ENERGISA, empresa que adquiriu o controle societário da ELETROACRE, mostram que, ao menos para a primeira, o negócio parece ter sido amplamente vantajoso.

O relatório, datado de primeiro de maio deste ano, aponta claramente que a ESTABILIDADE da Energisa quanto ao risco de crédito deve-se ao negócio envolvendo a ELETROACRE

Vejam abaixo o momento em que a Fitch Ratings analisa a capacidade de crédito da Energisa e atribui as notas. COLOQUEI ENTRE ASPAS A PARTE QUE INTERESSA. 

Vejam. Volto em seguida...

" Fitch  Ratings-Rio  de  Janeiro  –  1º  de  abril  de  2019:  

A  Fitch  Ratings  afirmou  os  IDRs  (Issuer  Default  Ratings -  Ratings de  Probabilidade  de Inadimplência do Emissor)  de Longo Prazo em  Moedas  Estrangeira e  Local  da Energisa  S.A.  (Energisa)  em  'BB'  e  'BB+'  (BB  mais),  respectivamente,  e  seu  Rating  Nacional  de  Longo Prazo  em  'AAA(bra)'.  

A  "Perspectiva  dos  ratings  corporativos"  é  Estável.  Ao  mesmo  tempo,  a  Fitch  atribuiu  o rating  'AAA(bra)'  à  proposta  de  11ª  emissão  de  debêntures  seniores  sem  garantia  da  Energisa,  no  montante de  até  BRL500  milhões  e  vencimento  em  2026.  Os  recursos  da  emissão  serão  utilizados  no  programa  de investimentos  na  Centrais  Elétricas  de  Rondônia  S.A.  (Ceron)  e  na  Eletrobras  Distribuição  Acre (Eletroacre)".

Voltei...

Um pouco mais abaixo, ao 'fundamentar' o cenário positivo descrito acima, a Fitch voltou a mencionar a ELETROACRE, agora, prevendo melhora no desempenho financeiro da ENERGISA em 2020, associada a UMA REVISÃO TARIFÁRIA DA ELETROACRE A SER REALIZADA EM DEZEMBRO DESTE ANO. 

Ou seja: preparem os bolsos, tudo indica que a tarifa de energia elétrica voltará a crescer até o final do ano. 

Vejam o trecho do relatório da Fitch Ratings que faz menção aos possíveis ganhos da ENERGISA em relação à referida revisão tarifária extraordinária de dezembro próximo. 

Volto em seguida...

"Até 2020,  a  agência  acredita  que  os  ganhos  de  eficiência  e  os  benefícios  da  revisão  tarifária  extraordinária  da Ceron  e  da  Eletroacre,  a  serem  implementados  no  final  de  2019,  melhorarão  o  desempenho  consolidado. 

Voltei outra vez...

E o que seria a tal Revisão Tarifária Extraordinária?  

Segundo informa o ANEEL, seria o seguinte:   

"Além dos reajustes anuais e das revisões periódicas, a ANEEL também pode realizar a Revisão Tarifária Extraordinária a qualquer tempo, a pedido da distribuidora, quando algum evento provocar significativo desequilíbrio econômico-financeiro" 

Sacaram sozinhos ou terei que traduzir ? 

Traduzindo em palavras simples: TRATA-SE DE UM ASSALTO EXTRA NO BOLSO DE TODOS NÓS. 

Compreendido?  

Como só falo com a prova na pasta, segue as imagens com a análise integral da Fitch e também o PEDIDO  DE REVISÃO EXTRAORDINÁRIA DA TARIFA PROPOSTA PELA ENERGISA À ANEEL. 

Ou seja: A REVISÃO EXTRAORDINÁRIA DE DEZEMBRO É FATO!

A Fitch Ratings é uma das mais conceituadas empresas de análise de risco de crédito do mundo.

Deputado Roberto Duarte, tamujunto, meu irmão! 

Estou começando a achar que a CPI poderá ser útil sim. 

Tem meu apoio, valoroso deputado!
·          
·          

Nenhum comentário

Postar um comentário