Alan Rick aciona Ministério do Meio Ambiente, IBAMA e Ouvidoria Agrária e exige solução para conflito agrário no Seringal São Domingos

Nenhum comentário

 Por solicitação do Deputado Federal Alan Rick (DEM), o Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles realizou na tarde desta terça-feira, (02), uma reunião em caráter emergencial para tratar de ações do MMA e do INCRA contra os assassinatos e crimes ambientais que ocorrem constantemente no Seringal São Domingos, que fica na tríplice fronteira do Acre com Rondônia e Amazonas.

Além do deputado Alan Rick e do ministro Ricardo Sales, participaram da reunião o  representante dos pequenos produtores da região, Nesio Carvalho, o Presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Eduardo Bim, o Diretor de Proteção Ambiental do IBAMA, Major Olivaldi e o Ouvidor Agrário Nacional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Coronel Souza Aguiar. 

“Estamos diante de dois graves problemas naquela região: o primeiro é o conflito agrário que já persiste por vários anos e, estima-se, já matou mais de 20 pessoas. A última vítima foi o Senhor Nemis Machado, assassinado por jagunços em sua própria área de terra, e que ainda teve sua casa queimada. Nós cobramos do INCRA, por meio do Ouvidor Agrário Coronel Souza Aguiar, que tome todas as providências necessárias para solucionar este conflito o mais rápido possível e defina de vez sobre as propriedades das areas de terra do Seringal”, disse Alan Rick durante a reunião. O Deputado ainda solicitou ao Secretário de Segurança Públicado Acre, Coronel Paulo Cezar, que as forças policiais dos três estados estejam presentes na região para elucidar o crime e prender os culpados.

O segundo problema, destaca o parlamentar acreano, diz respeito aos crimes ambientais que vêm ocorrendo no Seringal São Domingos, uma vez que a informação é de que grileiros invadem a região e retiram, de forma ilegal e criminosa, madeiras protegidas por lei, como as castanheiras.

“Tal situação é uma afronta à quem produz dentro da lei. Por isso, precisamos da ação contundente da Polícia e dos órgãos competentes”, disse Alan Rick.

Ricardo Salles entendeu a urgência da situação apresentada por Alan Rick e garantiu que o Ministério do Meio Ambiente irá tomar providências para punir os culpados. Também explicou que o primeiro passo será cobrar informações sobre os planos de manejo dos estados envolvidos. Além disso, o INCRA também tomará as medidas necessárias para resolver a questão fundiária.

Nesio Carvalho agradeceu a agilidade e o apoio de Alan Rick na busca de uma solução para o problema. “O Deputado agiu rápido e garantiu a agenda com o ministro. Somos gratos ao apoio que ele tem dado à nossa causa e que tem feito a diferença neste grave conflito agrário na fronteira do Acre com o Amazonas”, destaca.


Nenhum comentário

Postar um comentário