Nissan Frontier S chega para completar a linha 2019 da picape

Nenhum comentário


A Nissan agora completou o ciclo de apresentações da linha 2019 de sua picape Frontier no Brasil. Já estavam nas concessionárias as versões Attack, XE e LE, todas com motor 2.3 Biturbo Diesel de 190 cavalos e câmbio automático de 7 marchas. Agora, chega oficialmente a Frontier S, com motor 2.3 de turbina única e 160 cavalos. Esta opção, voltada para vendas diretas (majoritariamente pessoas jurídicas e produtores rurais) também é a única da linha com câmbio manual de 6 marchas.


Por fora, a versão S traz faróis com máscara negra e grade pintada de prata (ao invés de ser cromada ou pintada de preto). Assim como na versão Attack, as capas dos retrovisores e maçanetas externas são pretas. Foram preservados os cromados que contornam a base das janelas laterais e também na maçaneta da tampa da caçamba. As rodas são de aço, de 16 polegadas, com pneus 255/70 All Season.


Mecanicamente, a adoção de apenas um turbocompressor no motor 2.3 de 4 cilindros e 16 válvulas movido a diesel fez a Frontier S perder 30 cavalos e 4,9 kgfm de torque. A picape passa a entregar 160 cavalos a 3750 rpm e 41,0 kgfm de torque de 1500 a 2500 rpm. Segundo a equipe de engenheiros da Nissan, este é um nível de força já suficiente para o uso do público de vendas diretas - fora que o câmbio manual de 6 marchas ajuda a explorar melhor a força deste motor. 


A Frontier S é 45 quilos mais leve em relação à versão logo acima, a Attack. São 2030 quilos, e a capacidade de carga desta versão é de 1005 kg, com volume da caçamba de 1054 litros. Foi mantida a capacidade de reboque de até 3500 quilos para trailer com freio (ou 750 kg para reboque sem freio).

Conforme a Nissan, esta versão faz 9,3 km/l na cidade e 10,2 km/l de diesel na estrada.


Para custar R$ 136.190 - 17.400 reais a menos que a versão Attack - a Frontier S abriu mão de diversos itens. O volante não traz mais botões de som (já que o aparelho foi removido) nem do computador de bordo, pois a tela, monocromática e menor, tem suas funções ajustadas por cotocos junto ao quadro de instrumentos. As informações sobre nível de combustível e temperatura do motor, que são analógicas nas outras versões, aparecem no canto da telinha.


Os espelhos nos para-sóis foram retirados, bem como os porta-copos retráteis junto às saídas de ar laterais. A Frontier S também não traz faróis de neblina, estribos, maçanetas internas cromadas ou volante revestido de couro, e o console de teto foi simplificado, perdendo o porta-óculos central (há apenas as luzes halógenas de leitura - as mesmas do Kicks).


Mas esta versão continua com itens como ar-condicionado com saídas traseiras, direção hidráulica com ajuste de altura, limpador dianteiro com função intermitente variável, chave-canivete, porta-luvas com trava, desembaçador traseiro, tomada 12 Volts, abertura interna da tampa do tanque de combustível, vidros elétricos nas 4 portas com botão de bloqueio e travas das portas com o veículo em movimento, ganchos de caçamba, tração 4x4 com seletor giratório (para tração traseira, integral ou com reduzida), assistente de partida em subidas e controlador de velocidade de descida. 

Pode-se dizer que há até algumas firulas para o consumidor de venda direta, como os retrovisores elétricos, o descansa-braço atrás com porta-copos e a entrada USB para carregamento mantida dentro do porta-objetos sob o apoio de braço.


Em termos de segurança, a picape traz controles de tração e estabilidade, bloqueio eletrônico do diferencial, airbags frontais, alças fixas de teto e colunas, cintos de 3 pontos e apoios de cabeça para todos, fixações ISOFIX e Top Tether para cadeirinhas infantis, freios ABS com EBD e Brake Assist (auxiliar de frenagem de pânico) e luzes de seta nos para-lamas.

Curiosamente, a versão S conta com toda a linha de cores da Frontier, com os tons Cinza Grafite (metálico), Azul Cayman (metálico), Branco Aspen (sólido), Vermelho Alert (sólido), Preto Premium (metálico), Prata Classic (metálico) e Laranja Imperial (metálico), uma vez que só a versão Attack traz restrição de cores por causa dos adesivos, podendo receber unicamente os tons vermelho, preto e branco.



Nenhum comentário

Postar um comentário