Jéssica Sales participa de reunião da ONU nos Estados Unidos

Nenhum comentário


A deputada Jéssica Sales (MDB-AC) participa, em Nova York, da 63ª Sessão da Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto da Mulher (CSW), que acontece na sede da ONU, no período de 11 a 22 de março. Essa Comissão é o principal órgão intergovernamental global dedicado exclusivamente à promoção da igualdade de gênero e ao empoderamento das mulheres, fundamental para promover os direitos, documentando a realidade da vida delas em todo o mundo e moldando padrões globais sobre igualdade de gênero e a capacitação.

Uma reunião muito importante e de grande repercussão pela seriedade com que os temas são tratados. Num evento dessa magnitude, que reúne, embaixadores, representantes de organizações civis, parlamentares e autoridades governamentais do mundo, tem a participação de uma acreana, a deputada federal Jéssica Sales.


Ela foi convidada a compor a delegação brasileira, representando a bancada feminina da Câmara dos Deputados, o que muito dignifica o estado do Acre. Durante a sessão anual da Comissão, os representantes de países membros da ONU, discutem os progressos e as lacunas na implementação da Declaração e da Plataforma de Ação de Pequim de 1995, o principal documento de política global sobre igualdade de gênero. A delegação brasileira é composta por parlamentares membros da União Interparlamentar (UIP).

Além da deputada acreana, Jéssica Sales, estão outras deputadas e senadoras representantes da Câmara e do Senado Federal. Também participa do evento, a Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Para Jéssica Sales, num evento de tamanha grandiosidade, todas as sessões trazem temas im‐ portantíssimos, mas escolheu participar das sessões que abordaram os mais relevantes como, Sexismo, Assédio e Violência contra Mulheres; Políticas de Proteção Social na Questão de Gênero; Serviços Públicos e Infraestrutura Acessíveis às Mulheres; O papel do Parlamento para garantir que os recursos destinados à proteção social, serviços públicos e infraestrutura avancem para a igualdade de gênero; e Mulheres na tomada de decisão fazem a diferença.


"A representatividade feminina é extremamente necessária quando pensamos nas lutas pelos direitos das mulheres, ainda há muito preconceito, exclusão e violência e isto, precisa ser combatido. É uma honra e grande realização estar representando o parlamento brasileiro, a bancada feminina, as mulheres acreanas e brasileiras nesse importante evento com representação mundial. São Nações que se encontram para discutir, nossos direitos, a igualdade e o empoderamento da mulher" enfatiza Jéssica Sales.

Nenhum comentário

Postar um comentário