“Obra do linhão sairá do papel em dezembro”; diz ministro

Nenhum comentário


As obras do Linhão que vão integrar os municípios acreanos a partir de Rio Branco devem sair do papel no início do próximo ano. Pelo menos, esta foi a garantia do ministro Bento Albuquerque, de Minas e Energia, que se reuniu na tarde de hoje com o senador Sérgio Petecão (PSD), e todos os deputados federais da bancada acreana.

Foi uma audiência muito concorrida que contou com a participação de representantes da Aneel (Agencia Nacional de Energia Elétrica) e da Secretaria Nacional de energia, e solicitada  pela coordenação da bancada acreana para tratar da construção da linha de transmissão de energia Rio branco, Feijó, Cruzeiro do Sul.

O linhão vai partir inicialmente de Rio Branco numa extensão de 632 quilômetros, e terá um investimento de mais R$ 370 milhões.

O ministro Bento Albuquerque garantiu à bancada que o leilão para execução da obra será realizado até o mês de dezembro e a licitação será feita, no máximo, três depois. Segundo o ministro, o primeiro trecho da obra vai até o município de Feijó.

O respeito à legislação ambiental, a lisura do processo de licitação e a execução da obra e a mudança do projeto original em respeito às terras indígenas foram propostas elogiadas pelos parlamentares.

De acordo com os coordenadores da bancada do Acre, senador Sérgio Petecão e a deputada Jéssica Sales (MDB), a coordenação da bancada, o linhão representa a vontade dos consumidores do interior e a determinação do governo federal será acompanhada de perto.


Nenhum comentário

Postar um comentário