O assédio a Petecão

Nenhum comentário



Assediado  

Sem dúvida, um dos parlamentares mais assediados atualmente é o senador Sérgio Petecão, depois que se tornou 1º secretário da Mesa Diretora do Senado.  È grande a movimentação de pessoas e políticos no seu novo gabinete.
* Não é atoa que Petecão vai administrar um orçamento de fazer inveja a governadores da maioria dos estados.
Abandonado pelo MDB
Os tempos são outros. Derrotado na disputa pela Presidência do Senado, Renan Calheiros (MDB-AL) amarga, agora, um segundo revés: o abandono do próprio partido. Os 12 colegas viraram a página e se articulam para garantir as sobras de cargos e evitar que o MDB seja varrido completamente do mapa do poder.
* Para assegurar o comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais disputada, a legenda aceitou a imposição do grupo do novo presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e vai indicar ao posto a senadora Simone Tebet (MDB-MS), adversária de Renan na disputa pela presidência do Senado. A escolha deve ser sacramentada nesta semana.
No divã        
Além da CCJ, foi prometido ao partido o comando da Comissão Mista de Orçamento. Há ainda conversas sobre a liderança do governo, para a qual é cotado o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).
* Enquanto a preocupação do MDB é não ficar isolado, o PSDB está dividido sobre uma possível aliança com o PSL do presidente Jair Bolsonaro no Senado.
Estreantes

Ao que parece os parlamentares novatos chegaram com todo o gás. Os estreantes se movimentam no Congresso como se já conhecessem o Legislativo há muito tempo.

* Os novos deputados da bancada do Acre, leia-se, Mara Rocha e Doutora Vanda Milani, são exemplos disso, por conta de suas desenvolturas nas comissões temáticas e no Plenário da Câmara. Ao todo, já foram apresentados 600 projetos pelos estreantes de todos os Estados.

Pacote anticrime    
Tem gente com medo de que o pacote anticrime de Sérgio Moro não passe no Congresso Nacional. As pessoas justificam que muitos parlamentares têm o receio de facilitarem as ações contra eles mesmos.

* Os ajustes podem ser relaxados e a sociedade é quem pagará por esses retrocessos.

Tudo igual   

O novo juiz da Operação Lava-Jato, Luiz Antônio Bonat, prometeu dar publicidade a todos os atos processuais, como fazia seu antecessor Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça;

* Após a saí de Moro para o governo Bolsonaro, a juíza substituta Gabriela Hardt, manteve a transparência dos processos  da força-tarefa.

Criminalização da homofobia

O Supremo Tribunal Federal (STF) se reúne, nesta semana, para deliberar sobre os crimes cometidos pela repulsa a homossexuais. O Brasil ocupa os primeiros lugares no ranking da violência devido à orientação sexual.

Frase

"A disciplina é a chama refinadora através da qual o talento se transforma em capacidade” – Roy Smith, treinador.


Nenhum comentário

Postar um comentário