Ministério do Desenvolvimento Regional garante apoio aos desabrigados do Juruá

Nenhum comentário

O governador Gladson Cameli e os parlamentares federais trataram nesta terça-feira 19, com o ministro Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, e representantes da Defesa Civil Nacional sobre o apoio federal aos desabrigados e demais famílias atingidas pela enchente do rio Juruá. O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, também participou da audiência.

Homologado  o estado de emergência decretado pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul, a proposta é que o governo federal libere quatro milhões para atender os desabrigados e para a reconstrução das áreas atingidas.

Além do apoio federal aos desabrigados, a bancada solicita a retirada dos moradores  em situação de risco, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida e a recuperação de ruas, levando em consideração a questão ambiental.
Os coordenadores da bancada federal, senador Sérgio Petecão e a deputada Jéssica Sales participaram de audiências na Defesa Civil e no Ministério do Desenvolvimento Regional desde a semana passada para agilizar a liberação de recursos e demais propostas em favor dos desabrigados.


Ministério da Economia

Fechando a agenda de trabalhos, a deputada Jéssica Sales e o senador Sergio Petecão, juntamente com a senadora Mailza Gomes, senador Márcio Bittar e o deputado Flaviano Melo, participaram de importante reunião do governador Gladson Cameli com o ministro da Economia, Paulo Guedes para a discussão acerca da situação de calamidade financeira do Estado do Acre. A bancada e o governador fizeram um apelo de amparo do governo federal ao ministro Guedes. 


Foi mais uma demonstração de compromisso, de união indistinta para sensibilizar a equipe econômica sobre a  realidade no estado” – disse Jéssica Sales. 

Participaram da reunião: Waldery Rodrigues – secretário especial da Fazenda; Mansueto Almeida – secretário do Tesouro Nacional ; Esteves Colnago – secretário especial Adjunto de Fazenda ;Pricilla Santana, subsecretária de Relações Financeiras Intergovernamentais; Bruno Travassos e Vitor Saback - assessores especiais do ministro.

Nenhum comentário

Postar um comentário