Borja se torna o colombiano com mais gols pelo Palmeiras

Nenhum comentário
Com o gol marcado sobre o São Caetano, no domingo, 27 (o segundo em dois jogos no ano), o atacante Borja chegou a 32, ultrapassou o compatriota Muñoz e se tornou o colombiano mais artilheiro da história do Palmeiras.

Contratado em 2017 após ter sido campeão da Comebol Libertadores pelo Atlético Nacional-COL e eleito o melhor jogador do ano no continente, Borja soma 89 partidas e 32 tentos, além do título brasileiro do ano passado, pelo clube. Em 2018, inclusive, o camisa 9 foi artilheiro do Paulista, com sete gols, e da Libertadores, com nove.

“É uma honra para mim ser o colombiano com mais gols pelo Palmeiras. É uma equipe muito grande, com muita história… é o maior campeão do Brasil. Ficar marcado neste clube é algo muito importante”, disse Borja, que igualou o argentino González como o sétimo estrangeiro que mais fizeram gols pelo Verdão – a lista é encabeçada pelo argentino Echevarrieta, com 113 bolas na rede.

No século XXI, o colombiano da cidade de Tierralta ocupa também o nono posto de maiores goleadores do Alviverde, ao lado de Pedrinho (meia que atuou entre 2001 e 2005). Dudu lidera com 55.

“Não é fácil para um estrangeiro no Brasil. A adaptação é um pouco complicada, mas os meus companheiros e os treinadores com que trabalhei aqui sempre me ajudaram muito para eu fazer o meu melhor”, afirmou o atacante.

Além de tudo isso, Borja integra o top 100 de maiores artilheiros do clube em todos os tempos, na 87ª posição, ao lado de Baroninho, González, Pedrinho (anos 2000) e Gaúcho. Neste top 100, do atual elenco, além de Borja, figuram ainda Willian Bigode, com 34 gols (84ª posição, ao lado de Cardoso), e Dudu, com 55 gols (47ª posição, ao lado de Bóvio e Chinesinho).

Copa do Mundo 2018

Ao ter sido convocado pela Seleção da Colômbia para fazer parte do grupo que disputou a Copa do Mundo de 2018 na Rússia, entre junho e julho, Borja se tornou o 25º representante palmeirense em Mundiais (levantamento este que considera apenas atletas que estavam vinculados diretamente ao clube no momento da disputa do Mundial).

Durante a Copa, no dia 28 de junho, o jogador do Verdão entrou em campo na partida diante do Senegal, aos 44 do segundo tempo, e, com isso, passou a ser também o 22º atleta do Verdão a disputar uma partida da mais importante competição de seleções, sendo o 6º integrante gringo da lista: os outros cinco são Diogo (Uruguai, 1986), Rincón (Colômbia, em 1994), Arce (Paraguai, 1998 e 2002), Gamarra (Paraguai, 2006) e Valdivia (Chile, 2014). O meia-atacante Freddy Rincón era, até então, o único compatriota de Borja a ter representado o Maior Campeão do Brasil em uma Copa do Mundo.

Outros colombianos

Os outros colombianos do Alviverde são Mina (2016-2017), Rincón (1994, 1996-1997), Lozano (1995), Asprilla (1999-2000), Muñoz (2001-2004 e 2006) e Pablo Armero (2009-2010).

Palmeiras

Nenhum comentário

Postar um comentário