“Será uma batalha com alegria, respeito e ética”, diz Gladson Cameli sobre o seu governo, durante diplomação

Nenhum comentário

Governador eleito se emociona ao lembrar do tio, Orleir Cameli e é aplaudido pelos mais de 800 presentes à solenidade 

O senador e governador eleito, Gladson Cameli (Progressistas) viveu mais um momento histórico na sua trajetória de sucesso rumo ao Governo do Estado do Acre, na Cerimônia de Diplomação organizada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre, o TRE-AC, na tarde desta quarta-feira, 19, no Teatro Universitário da Ufac.

Acompanhado da esposa Ana Paula, do filho Guilherme e dos pais Linda e Eládio Cameli, Gladson recebeu o diploma das mãos da desembargadora-presidente do TRE-AC, Regina Ferrari Longuini, sob aplausos efusivos das mais de 800 pessoas que lotaram o teatro para a solenidade, segundo estimativa da Polícia Militar, e que gritavam palavras de esperança e de alegria pela renovação política que ora se concretiza no estado.
O novo governador destacou respeito e confiança em seu vice, Major Rocha, que assumirá o governo do Acre no próximo dia 1º de janeiro juntamente com ele. Cameli optou por um discurso de gratidão e de compromisso por um Acre mais próspero e ordeiro, ressaltando o imprescindível apoio da família e dos amigos, “homens e mulheres que se juntaram a mim ao longo dos anos nessa caminhada que nos trouxe até aqui”.
Ele se emocionou ao lembrar do nome honrado do tio, o ex-governador Orleir Messias Cameli, que esteve à frente do estado entre 1995 e 1999. 

Além de Gladson Cameli, foram diplomados o vice-governador, Major Rocha, 23 dos 24 deputados estaduais, e sete dos oito parlamentares federais vencedores deste último pleito, além dos senadores eleitos Sérgio Petecão e Márcio Bittar.
Gladson frisou os desafios que a sua administração terá pela frente, a partir de 2019, entre eles o fato de o estado ocupar “a última posição entre as 27 unidades da federação, no ranking da competitividade”.
“Receberemos um governo abaixo da média nacional em eficiência da máquina, sustentabilidade ambiental, inovação, apoio ao capital humano, proteção social, solidez fiscal, entre outros itens. Na Educação, herdamos a maior taxa de analfabetismo da região Norte. O estado vergonhosamente ocupa a última posição em desempenho no Enem e também tem a menor taxa de frequência no ensino fundamental em todo o país”, lembrou o governador eleito.
Mas conclamou as pessoas a se irmanarem em torno de um futuro promissor para todos. “Precisaremos nos empenhar em todos os detalhes com alma e coração. Não poderemos encarar os próximos anos apenas como o período de uma administração”, disse.
E completou seu discurso com uma frase que sintetiza bem o que pensa da missão de governar o Acre pelos próximos quatro anos: “Será, na verdade, uma batalha que desempenharemos com alegria, respeito, ética e inspirados no mesmo sentimento cristão de Paulo: combater o bom combate! Cuidar de quem mais precisa, estimular quem deseja crescer, dar as condições para que todos tenhamos confiança num amanhã mais humano, seguro, justo e próspero”.
Participaram da solenidade, autoridades dos Poder Legislativo, da Justiça Eleitoral, do Ministério Público Eleitoral, além de amigos e familiares dos diplomados.
Silvânia Pinheiro/Assessora de Imprensa - Acre


Nenhum comentário

Postar um comentário