João de Deus: apreendidas pedras preciosas, medicamentos e dinheiro

Nenhum comentário


A Polícia Civil de Goiás apreendeu nesta sexta-feira (21) pedras preciosas, medicamentos e dinheiro na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, e em mais dois endereços ligados ao médium João de Deus, preso suspeito de cometer abusos sexuais contra mulheres. A promotora Gabriella de Queiroz Clementino informou ao 'G1' que estão sendo cumpridos novos mandados de busca e apreensão. Não foi revelado se a operação busca por algo específico, mas citou o que foi apreendido:
“Já apreendemos documentos, pedras, a Polícia Científica acompanhou e produziu laudos complementares. A Vigilância Sanitária também acompanhou porque já tinha essa demanda porque havia comércio de medicamentos no local. Eles apreenderam alguns instrumentos cirúrgicos, mas ainda não temos um laudo” – disse a promotora.
O médium nega as acusações. A defesa dele entrou com um pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF).

Nenhum comentário

Postar um comentário