Grupo do Palmeiras na Libertadores tem times tradicionais e logística em aberto

Nenhum comentário


Atrás do bicampeonato na Libertadores, o Palmeiras pegou um grupo "chato" na edição 2019 do torneio. O atual decacampeão brasileiro já sabe que terá pela frente o argentino San Lorenzo, campeão continental em 2014, o colombiano Junior Barranquilla, vice-campeão da última Copa Sul-Americana. O quarto integrante do Grupo F virá da fase prévia da Libertadores e pode definir a "cara" da chave.


Se for a Universidad de Chile, "La U", o Grupo F fica mais "pesado", com mais um clube tradicional na disputa. Se for o Nacional do Paraguai, vice-campeão da Libertadores em 2014 (perdeu a final justamente para o San Lorenzo), o Palmeiras terá um adversário com pouca torcida e numa viagem mais curta.


Mas as outras três possibilidades implicam viagens longas, de difícil logística: Delfín (que joga em Manta, cidade no litoral do Equador, a 382km da capital Quito), Melgar (de Arequipa, a 2,3 mil metros de altitude, nos Andes peruanos) ou Caracas (na Venezuela, imersa em crise econômica).






CONMEBOL Libertadores
✔@LibertadoresBR



Grupo F da #CONMEBOLLibertadores 2019

@Palmeiras
@SanLorenzo
@JuniorClubSA
G2: @MelgarOficial / @udechile / @DelfinSC / @clubnacionalpy / @Caracas_FC
68
10:15 PM - Dec 17, 2018
26 people are talking about this

Twitter Ads info and privacy




O primeiro confronto será entre Delfín-EQU e Nacional-PAR, na chave "E1". O vencedor pegará o Caracas-VEN, no duelo "C7". Paralelamente a isso, enfrentam-se Melgar-PER x Universidad de Chile-CHI, no "C2". Só então teremos o confronto entre "C2" e "C7", com a definição do quarto integrante do Grupo F, ao lado de Palmeiras, San Lorenzo e Junior Barranquilla. Ficou confuso? Veja abaixo:

View image on Twitter



CONMEBOL Libertadores
✔@LibertadoresBR



Repassando a segunda preliminar da #CONMEBOLLibertadores de 2019!
85
9:01 PM - Dec 17, 2018
35 people are talking about this

Twitter Ads info and privacy




O San Lorenzo, famoso no Brasil como "o time do Papa Francisco", tem, empatado com o Racing, a quarta maior torcida da Argentina, atrás de Boca Juniors, River Plate e Independiente. Tem 15 títulos nacionais, um da Libertadores (2014), um da Sul-Americana (2002) e um da extinta Copa Mercosul (2001).


No elenco atual, comandado pelo técnico Jorge Almirón, destacam-se o ex-palmeirense Pablo Mouche, o centroavante Nicolás Blandi e os veteranos zagueiros Gonzalo Rodríguez (34 anos, ex-Villarreal e Fiorentina) e Fabricio Coloccini (36 anos, dez deles no Newcastle). O goleiro também já é bem rodado: Sebastián Alberto Torrico, 38 anos, remanescente do time que foi campeão da Libertadores em 2014.


Atualmente, o San Lorenzo é apenas o 23º no Campeonato Argentino(que conta com 26 clubes).



Palmeiras treinou no estádio do San Lorenzo, na Argentina, antes de enfrentar o Boca Juniors nas semifinais da Libertadores 2018 — Foto: Felipe Zito


Já o Junior Barranquilla é um velho conhecido do Palmeiras, em especial de Miguel Borja – é o time do coração do colombiano, que participou do sorteio dos grupos da Libertadores no Paraguai e caiu na gargalhada ao ver que o clube estará novamente no caminho alviverde.


Na Libertadores-2018, o Palmeiras enfrentou duas vezes o Junior e ganhou ambas. A primeira, na Colômbia, terminou 3 a 0, depois que o time local teve um jogador expulso logo no início, com dois gols de Bruno Henrique e um de Borja. A segunda, na volta, foi 3 a 1 e revelou-se "traiçoeira" – o resultado eliminou o Junior Barranquilla e classificou o Boca Juniors, que depois, nas semifinais, acabou despachando o Palmeiras.



Na semana passada, o Junior Barranquilla perdeu a final da Copa Sul-Americana para o Athletico Paranaense nos pênaltis. O jogador mais famoso é o atacante Teo Gutiérrez, que está com 33 anos e tem passagens por River Plate, Rosário Central e Sporting de Lisboa.


No último domingo, o Junior Barranquilla faturou o título do Clausura na Colômbia, superando o Independiente de Medellín na final – venceu o primeiro jogo por 4 a 1 e perdeu o segundo por 3 a 1.


Junior Barranquilla foi campeão do Clausura na Colômbia no último domingo, superando o Independiente Medellín na final — Foto: JOAQUIN SARMIENTO / AFP


Nenhum comentário

Postar um comentário