TRÊS ENVOLVIDOS NA MORTE DO DR. BÁBA vão responder pelo crime de latrocínio, cuja pena varia de 20 a 30 anos.

Nenhum comentário
No decorrer das investigações, a polícia conseguiu encontrar as armas usadas no crime, além do revólver que foi subtraído da vítima, o qual foi escondido pelos criminosos no Ramal Maravilha.
Nenhum texto alternativo automático disponível.
Arma usada no crime
Nenhum texto alternativo automático disponível.
Revólver .38 (niquelado) roubado da vítima juntamente com outra arma usada no crime.
 Os três indivíduos foram flagranteados e vão responder pelo crime de latrocínio, cuja pena varia de 20 a 30 anos. A polícia continua os trabalhos com o objetivo de identificar se outro indivíduo participou do crime. Dr. Bába era um médico conhecido e querido pela população de Feijó e Tarauacá, tendo em vista os relevantes trabalhos que prestou de forma voluntária nos lugares mais distantes destes municípios. Recentemente ele tinha adquirido com recursos próprios uma embarcação para atender a população ribeirinha. Também se fez conhecido no Estado do Acre por “denunciar” em seu perfil do Facebook a má aplicação dos recursos públicos, tanto nas áreas da saúde, bem como educação, infraestrutura e outros setores.
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e texto
José Renê do Nascimento Avelino, 19 anos.
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
Felipe de Oliveira Rodrigues, 21 anos.
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé
Lucas Silva de Oliveira, 28 anos.
No último sábado, 27 a cidade de Feijó recebeu a chocante notícia que o médico Rosaldo Firmo de Aguiar, 50 anos tinha sido morto em decorrência de disparo de arma de fogo durante um roubo na residência dele. A polícia foi acionada e se deslocou para o local, encaminhando o corpo do médico para o hospital, mas ele não apresentava mais sinais vitais. Após iniciar as investigações a polícia concluiu que o indivíduo que estava com o médico na residência dele tinha sido o responsável por informar os demais criminosos que o Dr. Bába tinha um revólver e planejaram roubar a referida arma naquele dia. Ocorre que quando invadiram a
 residência, o médico reagiu ao assalto e por conta disso foi alvejado com um disparo de escopeta que o atingiu na região das costelas, transfixando o seu corpo. Em seguida os criminosos pegaram o revólver do médico e se evadiram do local. O indivíduo que estava com a vítima foi identificado como sendo JOSÉ RENÊ DO NASCIMENTO AVELINO, 19 que após ser ouvido na Delegacia resolveu confessar sua participação no crime. Algumas horas depois a polícia prendeu no Bairro Zenaide Paiva o nacional FELIPE DE OLIVEIRA RODRIGUES “Curica”, 21 que foi apontado como sendo o indivíduo que efetuou o disparo que ceifou a vida do Dr. Bába. Na manhã de domingo, 28 foi preso o terceiro envolvido e responsável por planejar todo o crime, bem como por transportar os criminosos para a casa do médico e após esconder as armas. Ele foi identificado como sendo LUCAS SILVA DE OLIVEIRA “Sula”, 28


Nenhum comentário

Postar um comentário