Messi poderá retornar de graça ao Newell’s Old Boys em 2020?

Nenhum comentário


A notícia sobre um possível retorno de Lionel Messi ao Newell’s Old Boys, da Argentina, foi manchetes em diversos sites de futebol pelo mundo logo após o jornal “Mundo Deportivo” publicar uma reportagem afirmando que o novo contrato do argentino com o clube catalão possui uma cláusula que permitiria sua saída sem pagamento de indenização ao clube a partir de 2020.

A possibilidade revelada pelo jornal seria uma espécie de bonificação que o Barça costuma oferecer a jogadores veteranos que possuem um longo histórico de serviços prestados à agremiação. Os casos de Xavi e Iniesta, que deixaram o Barça a custo zero para ir para o Qatar e Japão, respectivamente, são os mais recentes.

Mas seria mesmo possível o Newell’s contar com o camisa 10 já em 2020?
 
Outros interessados

O Barcelona não confirma se realmente o novo vínculo de Messi possui essa cláusula. O que se sabe de oficial é que o camisa 10 tem contrato com o clube até junho de 2021 e a multa rescisória está estipulada em 700 milhões de euros.

Mas se o jornal estiver certo, é importante ressaltar que em nenhum momento a matéria menciona o Newell’s Old Boys como o destino do argentino. Na verdade a publicação cita apenas que Messi “poderia deixar o clube de graça se seu destino for outro time que não seja da elite. Ou seja, um clube que não é nenhum dos “grandes” da Europa”.

Sendo assim, outros clubes pelo mundo não enquadrados neste quesito também poderiam acionar esse mecanismo. Caso, por exemplo, do Hebei Fortune, da China, que já sondou por algumas vezes a possibilidade de contar com o jogador.


O próprio Mundo Deportivo já noticiou o interesse do Hebei em Messi. Foto: Reprodução

A vontade do jogador

Em favor do Rojinegros, pesa o fator de Messi já ter dito publicamente o desejo de um dia retornar ao clube em que começou sua carreira, nas categorias de base. No entanto, o jogador do Barcelona nunca preferiu fazer promessas.

Por exemplo, em novembro de 2017, numa entrevista ao canal argentino TyC Sports, Messi fez a seguinte declaração:

“O desejo é sempre jogar pelo Newell’s, é o que sonhei quando criança… Quando eu fui ao clube imaginei jogar na Primeira Divisão, mas não sei o que vai acontecer em alguns anos… Não posso dizer que volto porque não sei onde vou estar”, afirmou o jogador

Em outra entrevista, em maio deste ano, Messi destacou o desejo desejo de defender seu clube de infância, mas novamente não estipulou prazo.

“Estou cada vez mais certo de que, na Europa, o Barcelona será meu único clube. Eu sempre disse que gostaria de jogar no futebol argentino um dia, não sei se acontecerá, mas tenho isso em mente. Seria no Newell’s, só lá. Gostaria de fazê-lo por ao menos seis meses, mas nunca se sabe o que acontecerá” – Disse em entrevista à emissora argentina “El Trece”.

Nascido em Rosário, Messi defendeu o Newell’s dos 7 e 12 anos de idade. Chegou ao Barça em 2000, com apenas 13 anos, e foi progredindo passando por todas as categorias da base até chegar ao time principal, pelo qual estreou em 2004 em amistoso contra o Porto, aos 16 anos.

 



Nenhum comentário

Postar um comentário