Gladson vota em Cruzeiro do Sul e diz que o Brasil pertence aos brasileiros, e não a um partido

Nenhum comentário


O senador da República e governador eleito, Gladson Cameli (Progressistas), votou na manhã deste domingo (28), em Cruzeiro do Sul, na seção 374 da escola Hugo Carneiro, onde destacou para a imprensa e pessoas presentes a importância do voto e do exercício da cidadania como instrumento para garantia da democracia.
Ele ressaltou que o Brasil pertence aos brasileiros, e não a um partido político.
Gladson, que viajou ainda na manhã deste domingo para ir ao velório do médico Rosaldo Firmino de Aguiar França, o doutor Baba, em Tarauacá, disse que o Brasil vive momentos delicados de intolerância em todos os aspectos, e que a sociedade não pode se deixar levar por leviandades e ideologias que conspiram contra os valores da vida e da família.
No momento da votação, o governador eleito pediu também respeito à democracia e aos direitos da sociedade brasileira, que segundo ele tem dado demonstrações de opção por uma alternância de poder onde prevaleça a defesa à Constituição, sem distinção de cor, raça, gênero, religião ou classe social.
“O Brasil inteiro, assim como o Acre, já decidiu por um novo tempo, onde as leis, o respeito à todos, às famílias e a cada cidadão prevaleça acima de cores partidárias. Assim como o Acre, o Brasil não é de um partido, mas dos brasileiros”, disse ele.

Nenhum comentário

Postar um comentário