“Doutor Baba” foi traído por um amigo que estava na casa dele, diz delegado

Nenhum comentário
O crime contra o médico Rosaldo Aguiar [o Doutor Baba], de 49 anos, pode ter sido premeditado. Um jovem, que estava com o médico no momento do crime, recebeu uma ligação horas antes de se encontrar com o médico na qual colegas informavam que iam até a casa do Doutor Baba para roubar a arma que o profissional tinha.
As informações, confirmadas pelo delegado José Obtânio, de Tarauacá, foram divulgadas pela TV 5 na manhã desta segunda-feira, dia 29. Segundo o delegado, o intuito era o de roubar a arma do médico. Isso indica que Babá foi traído pelo amigo que estava na casa do médico, jantando, e saiu intacto da cena do crime.
“Foi uma situação absolutamente vexatória. Havia na residencia um amigo dele que foi convidado para irem juntos para lá. Por lá, eles permaneceram por uns 40 minutos. Eles estavam se preparando para deixar a residência, quando foram surpreendidos por dois indivíduos que anunciaram o assalto”, conta o delegado.
O delegado acredita que se Baba soubesse do que aconteceria, o crime não teria acontecido. Como o amigo do médico não ficou ferido, e, na delegacia, o rapaz, identificado como Ranny estava muito “tranquilo”, isso chamou a atenção da polícia, que resolveu questionar um pouco mais o rapaz.
“Num primeiro momento, o amigo do doutor figurava como vítima, e num segundo momento ele passou de vítima a investigado. Fomos para um quebra-cabeça: onde está a arma do crime e a arma do Doutor Baba? Agora, vamos encaminhar as armas para o Instituto de Criminalística”, completa José Obtânio.
Ainda no sábado, a polícia prendeu dois envolvidos no crime: Felipe Rodrigues, de 19 anos, e Lucas de Oliveira, de 28 anos. Eles são suspeitos de terem invadido a casa. Felipe atirou, e Lucas é dono do carro usado no crime. Os dois foram indiciados por latrocínio. Um outro homem, cujo nome não foi divulgado, também está preso.
fonte  www.ac24horas.com


Nenhum comentário

Postar um comentário