Jorge Viana participa de agenda com presidenciável Ciro Gomes no Acre

Nenhum comentário

Senador conversou com o candidato do PDT, partido que integra a coligação da Frente Popular do Acre, relembrou passado político em comum e desejou sorte na campanha

O senador Jorge Viana fez questão de participar da visita que o candidato à presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, fez ao Acre nessa sexta-feira, 14. No estado o partido de Ciro integra a Frente Popular do Acre, coligação pela qual o senador é candidato à reeleição pelo Partido dos Trabalhadores.
A agenda se concentrou na região do Terminal Urbano de Rio Branco e no Calçadão, onde há uma grande circulação de pessoas e a forte presença de comerciantes. Estiveram presentes lideranças políticas e representantes do PDT no Acre, como Tchê, deputado estadual Éber Machado, deputado federal César Messias, Cristovão Moura e o candidato à vice-governador na chapa com Marcus Alexandre, Emylson Farias.
Na recepção feita para Ciro Gomes no centro da capital, Jorge Viana o recebeu com um abraço e os dois lembraram histórias que viveram juntos durante a candidatura para governo na década de 90, Jorge pelo Acre e Ciro pelo Ceará. “Naquela disputa o Ciro ganhou no primeiro turno e eu fui para o segundo turno. Ele falava que era o governador eleito mais jovem do Brasil, mas que era preciso esperar o resultado do segundo turno porque eu poderia tomar dele o cargo. Foi um encontro de boas lembranças”, declarou Viana.
Ciro Gomes, por sua vez, fez questão de dizer aos presentes, incluindo o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, que Jorge Viana fez um trabalho importante que mudou a história do Acre com seu governo. Os dois candidatos reafirmaram o compromisso de estarem lutando juntos por um Brasil melhor para todos.
Jorge Viana, que trabalha pela candidatura de Fernando Haddad (PT), destacou que Ciro Gomes também é um candidato preparado e que nesse momento o Brasil precisa de união pela boa política. “Nesses tempos difíceis que o Brasil vive, é importante manter o diálogo e a união de todos os democratas do país que querem um país melhor e que combatam os desmandos do governo Temer, que tem como aliado o PSDB”, afirmou.

Nenhum comentário

Postar um comentário