Brasil começa Mundial de Vôlei com 3x0 contra o Egito

Nenhum comentário
Como esperado, o Brasil estreou com vitória por 3x0 em cima do Egito, nesta quarta-feira (12), em Ruse, na Bulgária, pela primeira rodada do Grupo B do Campeonato Mundial de Vôlei. A partida, porém, não teve a facilidade que muitos aguardavam. No posto de franco atirador, o Egito forçou bastante o saque e se aproveitou da altura do elenco para pontuar bem no bloqueio. A seleção brasileira fez uma apresentação mediana, o suficiente para vencer a barreira da estreia e garantir o resultado por 25/17, 25/22 e 25/20, mas deixando claro que tem a melhorar – e precisa disso – durante o certame.

"Teve alguns erros bobos em determinados momentos e que não podem acontecer. Mas vamos ajustando", disse o oposto Wallace. "Tem muita coisa pra melhorar. Por ser um time que não conhecemos muito, demoramos também a entender o ritmo deles quando cresceram no jogo. Mas para a estreia foi um resultado importante", reforçou o levantador Bruninho, ambos em entrevista ao Sportv2.

Com o resultado, o Brasil somou três pontos, enquanto o Egitoabriu a campanha sem pontuar. Nesta quinta-feira (13), a seleção nacional encara o adversário considerado mais complicado dessa primeira fase, a França, a partir das 14h30. "Já está virando um clássico Brasil x França. Acredito que será novamente um grande jogo amanhã (quinta)", disse o central Lucão.

Jogo

Ansiosas, as duas equipes começaram a partida com erros no saque. Aos poucos, porém, o Brasil encaixou o jogo, sobretudo no saque, com excelentes variações, e deslanchou no placar, chegando a abrir 20x10 no primeiro set. O Egito até cresceu na final da parcial, mas não teve tempo suficiente para ameaçar a vitória verde-amarela.

O set seguinte começou com três pontos seguidos de Isac no serviço. O Brasil abriu 4x1 e deu a entender que, assim como na parcial anterior, dominaria o placar. A dinâmica, porém, foi totalmente diferente. O Egito se encontrou no jogo, chegou ao empate no 6x6 e, a partir de então, começou a trocar pontos com a seleção. A igualdade se fez presente até o 18x18, quando os comandados de Renan Dal Zotto conseguiram emendar três pontos em sequência e ficaram em situação mais tranquila para administrar o final do set.

A terceira parcial foi a mais equilibrada de todas. O Egito abriu o placar, mas o Brasil virou e colocou dois pontos à frente (6/4). Oscilante, contudo, a seleção não segurou a vantagem e viu os adversários assumirem a liderança no marcador a partir do 10/11. O time se desencontrou por um momento, teve dificuldades com o saque mais forçado dos adversários e os viu abrirem 13/15. Com um elenco mais experiente, no entanto, a seleção brasileira conseguiu reverter o momento ruim e cresceu na reta final, selando a vitória.

Formato

Nesta primeira fase do Mundial, as 24 equipes estão divididas em quatro grupos de seis equipes. As quatro melhores campanhas de cada grupo avançarão à fase seguinte. O Brasil não deve ter problemas para seguir adiante, pois pode ser considerado a segunda força do Grupo B, atrás da França. Serão, então, formados outros quatro grupos, dos quais se classificarão os líderes e os dois melhores segundos colocados. Esses comporão duas novas chaves na terceira fase, na qual serão definidos os semifinalistas.

Jogos do Brasil no Mundial

1ª fase
12/09 (quarta-feira) - Brasil 3x0 Egito - 25/17, 25/22 e 25/20
13/09 (quinta-feira) - Brasil x França (14h30)
15/09 (sábado) - Holanda x Brasil (14h30)
17/09 (domingo) - Brasil x Canadá (14h30)
18/09 (terça-feira) - China x Brasil (11h)



FOLHAPE


Nenhum comentário

Postar um comentário