Moradores do Calafate confirmam para Gladson Cameli e Major Rocha o sonho da mudança

Nenhum comentário
*Candidato ao governo do Acre pela coligação Mudança e Competência destacou que as famílias voltarão a ter dignidade e segurança 



“O Estado vai voltar a ter comando e as famílias daqui serão tratadas com respeito, segurança e dignidade”. A afirmação foi feita pelo candidato da coligação Mudança e Competência ao governo do Acre, Gladson Cameli, nesta quarta-feira (29), durante caminhada no bairro Calafate, onde ele e o candidato a vice-governador, Major Rocha, deram continuidade a agenda de campanha em Rio Branco.
Em conversa com comunitários, os candidatos têm explicado que o maior problema do estado hoje é falta de gestão. "Temos um orçamento bom que, se bem administrado, dá pra garantir serviços de saúde, educação de qualidade, infraestrutura e um serviço de segurança eficiente, que devolva a tranquilidade às famílias", disse o candidato a governador.
Gladson e Major Rocha ouviram atentamente as reclamações dos moradores da região do Calafate, principalmente, sobre falta de infraestrutura, regularização fundiária, atendimento digno à saúde e segurança. As famílias reforçaram o estado de abandono do local pelo atual governo.
“Quando eu e Major Rocha chegarmos ao governo, e se Deus permitir nós vamos ganhar porque o povo está conosco, assumimos o compromisso de resolver os problemasdetectados aqui e em outros bairros, até mesmo em outros municípios, porque eles se repetem”, disse Gladson.
Ainda falando de futuro, o candidato a governador lembrou que todos os investimentos em saúde, segurança, educação e infraestrutura só conseguirão ser efetivados após uma reforma administrativa.
“O choque de gestão é fundamental para conseguimos tirar do papel o nosso Plano de Governo. É primordial resolvermos problemas como o asfaltamento dos bairros, a drenagem de esgoto e a falta de água. Isso é um problema de gestão pública e da falta de planejamento, acrescentou Gladson.
Atento às necessidades e carências da população do estado, especialmente dos que vivem no interior, Cameli afirma que uma das prioridades será romper o ciclo da escassez e da pobreza por todo Acre.

Nenhum comentário

Postar um comentário