Reino Unido libera compra da Sky pela Fox

Nenhum comentário

Havia preocupação com a pluralidade de informações e com o monopólio da comunicação

© Shannon Stapleton / Reuters

POR ANSA


O governo britânico deu o aval nesta quinta-feira (12) para que empresa 21st Century Fox, de Rupert Murdoch, compre o conglomerado televisivo Sky, ao retirar um grande obstáculo da transação: a preocupação com a pluralidade de informações e com o monopólio da comunicação.

Murdoch, além de já possuir dois jornais de grande tiragem no Reino Unido, o "The Sun" e o "The times", teve que fechar o "News Of the World" há sete anos, depois de um escândalo de espionagem de celebridades.
A preocupação britânica poderia gerar barreiras ao negócio, mas Murdoch aceitou vender uma das emissoras da Sky, por exemplo, a Sky News, para a Disney, ou para qualquer outra empresa que adquira a 21st Century Fox, caso a transação dê certo.
Apesar do aval da compra, anunciado em comunicado pelo ministro da Cultura e Meios de Comunicação, Jeremy Wright, a rival na aquisição da empresa europeia, a norte-americana Comcast, superou o último lance da Fox na noite desta quarta-feira (11), oferecendo U$ 34 bilhões.
A Fox já tinha aumentado a sua oferta na quarta-feira, ao oferecer U$ 32,5 bilhões, equivalentes a 14 libras por ação, representando 30% a mais do que a sua oferta inicial. A batalha e a tentativa da Fox de comprar a Sky começaram em dezembro de 2016.
"Agora é questão de os acionistas da Sky decididirem se aceitarão a oferta da Fox ou não", escreveu o ministro Wright em comunicado. (ANSA)



Nenhum comentário

Postar um comentário