Náutico de olho nos cálculos para se manter no G4

Nenhum comentário
Mais duas vitórias e o Náutico estará garantido nas quartas de final da Série C 2018. Pelo menos é esse o cálculo estimado para o Timbu avançar de fase na competição. Com 22 pontos e na segunda posição do Grupo A, o clube chegaria aos 28 em caso de triunfo contra Salgueiro e Juazeirense, próximos dois adversários no torneio. Número que, segundo as estatísticas, seria suficiente para terminar no G4. Mas a matemática, ao menos por enquanto, não é o foco dos alvirrubros.

“O professor (Márcio Goiano) não está tão preocupado com isso e sim com o desempenho dentro de campo. Nosso interesse é na classificação. Mas quanto mais rápido conseguir, melhor”, afirmou o zagueiro Camutanga.

A crescente do Náutico começou após a chegada de Goiano. Em sete jogos sob o comando do novo treinador, o Timbu venceu seis e perdeu apenas uma. Deixou o Z2 e pulou para a vice-liderança. Crescente que o defensor espera não parar agora.

“Na última entrevista que dei, eu falei que para chegar no G4 era preciso sair da zona de rebaixamento. Esse foi o primeiro ponto. Conseguimos as cinco vitórias e ficamos na segunda colocação. Nosso grupo é unido e nunca deixamos o clima de tristeza bater. Agora precisamos melhorar para continuar no G4. Temos aquela ansiedade de garantir logo a classificação, mas precisamos manter o foco”, declarou.

O próximo jogo do Náutico é diante do Salgueiro, no dia 16 de julho, no Cornélio de Barros, pela 14ª rodada do Grupo A. Chance de Goiano obter mais um feito importante. Caso vença, o comandante alcançará seu sexto triunfo seguido. As últimas vezes que isso aconteceu foram com Givanildo Oliveira (Série B 2016) e Zé Teodoro (Série B 2004). Com a vitória passada perante o Confiança, por 3x2, o Timbu permaneceu na segunda posição da chave, com 22 pontos.



FOLHAPE


Nenhum comentário

Postar um comentário